Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Menu

Wildcards - Homens

Artem Silchenko

Em cada etapa da temporada de 2019, quatro saltadores 'wildcard' irão juntar-se aos dez saltadores permanentes do circuito. Apesar de diferentes wildcards competirem em diferentes eventos, e de uns competirem em mais etapas do que outros, todos terão hipótese de ganhar pontos e ranking exatamente da mesma forma que os atletas permanentes.

Matthias Appenzeller (Suíça)

matthias-1_2.jpg

2018 foi o primeiro ano em que Matthias Appenzeller foi convidado a competir no Red Bull Cliff Diving World Series enquanto wildcard. O atleta de 25 anos da Suíça fez a sua primeira aparição na competição em solo caseiro, em Sisikon.

Alessandro De Rose (Itália)

ra_180922_rbcdita_rose_2453.jpg

Depois de uma incrível temporada de 2017 lhe ter valido estatuto permanente, Alessandro De Rose não conseguiu repetir a forma na última temporada, caindo do alinhamento permanente. Em 2019, o italiano regressa à competição enquanto wildcard.

Orlando Duque (Colômbia)

ra_180922_rbcdita_duqu_2499_0.jpg

Depois de ter terminado fora do top 10 pela primeira vez em 2018, a lenda do Cliff Diving Orlando Duque vai aparecer enquanto wildcard na temporada de 2019.

Nikita Fedotov (Rússia)

ra_170914_rbcdmos_fedo_4086-2.jpg

O primeiro wildcard a estrear-se com um pódio, Nikita Fedotov pode vir a tornar-se na próxima estrela do Circuito Mundial. os olhos vão estar postos no atleta de 23 anos esta temporada.

Miguel Garcia (Colômbia)

miguel_2.jpg

Desde que conseguiu um 7º lugar em Cartagena na temporada de 2015, Miguel Garcia tem conseguido atrair atenções. Nascido e criado no mesmo sítio que Orlando Duque, Miguel Garcia terá nova oportunidade de mostrar o seu talento em 2019.

Carlos Gimeno (Espanha)

carlos.jpg

2018 foi o primeiro ano em que Carlos Gimeno foi convidado a participar no Red Bull Cliff Diving World Series enquanto wildcard. O alteta de 30 anos mostrou as suas capacidades em Bilbau, Espanha.

Sergio Guzman (México)

sergio-guzman-1.jpg

Sergio Guzman venceu o seu primeiro evento no Japão, em 2016, mas foi forçado a competir enquanto wildcard depois de ter terminado em 11º em 2017.

Aidan Heslop (GBR)

aidan-2.jpg

O britânico de 16 anos estreou-se no final de temporada de 2018, em Polignano a Mare e estabeleceu o recorde de atleta mais jovem a competir no Circuito Mundial.

Nathan Jimerson (EUA)

nathan-jimerson-2.jpg

O atleta de 31 anos fez a sua estreia no Circuito Mundial na sexta etapa da temporada de 2018, em Mostar, Bósnia e Herzegovina.

Alain Kohl (Luxemburgo)

alain_2_0.jpg

Alain Kohl já foi atleta permanente do Circuito Mundial, mas foi obrigado a competir enquanto wildcard após a temporada de 2012, em que falhou a requalificação. O luxemburguês nunca parou saltar e, em 2019, regressa às plataformas de 27m.

Viktar Maslouski (Bielorrússia)

viktar-maslouski_3.jpg

Viktar Maslouski é o primeiro saltador da Bielorrússia a competir no Circuito. Em 2019, o atleta regressa à plataforma dos 27m.

Kyle Mitrione (EUA)

kyle_2_0.jpg

Há muito que o atleta de 31 anos é um wildcard do circuito. Mais uma vez, Kyle Mitrione vai dar um forte apoio à equipa norte-americana na plataforma dos 27 metros.

Catalin Preda (Roménia)

catalin-preda-2.jpg

2018 foi o primeiro ano em que Catalin Preda no Circuito Mundial. E que ano foi: o atleta romeno estreou-se com um 2º lugar em Mostar, apenas atrás de Gary Hunt.

Artem Silchenko (Rússia)

artem-silchenko-1.jpg

O antigo Campeão do Circuito Mundial foi forçado a competir enquanto wildcard depois de uma temporada de 2016 complicada, em que não se conseguiu qualificar apesar de ter vencido em Polignano a Mare.

Owen Weymouth (Grã-Bretanha)

ra_170721_rbcdita_weym_0129-2.jpg

Aos 20 anos, Owen Weymouth é já Campeão Europeu dos 20m. A primeira vez que o britânico se mostrou na plataforma dos 27 metros foi na última etapa da temporada de 2016, na Dubai Marina, durante a primeira competição noturna da história do Red Bull Cliff Diving. Em 2019, Owen dá um novo passo na sua carreira no cliff diving.