Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Menu

Wildcards - Mulheres

Jaki Valente

Ao longo da temporada de 2019, duas saltadoras wildcard vão juntar-se às seis atletas permanentes em cada uma das etapas. Ainda que diferentes wildcards competam em diferentes eventos, e que umas venham a ter mais oportunidades de competir do que outras, todas terão a possibilidade de ganhar pontos e subir no ranking tal como as atletas permanentes.

Anna Bader (Alemanha)

dean_treml_red_bull_content_pool_4.jpg

Anna Bader competiu enquanto atleta permanente em 2018, mas lesões deixaram a atleta em baixo de forma e empurraram-na para fora da lista. Em 2019, Bader terá oportunidade de competir enquanto wildcard e conquistar novamente o estatuto de permanente.

Katy Etterman (EUA)

katy-etterman-2.jpg

A americana de 26 anos fez a sua estreia no Circuito Mundial na sexta etapa da temporada de 2018, em Mostar, Bósnia e Herzegovina.

Celia Fernández (Espanha)

celia-fernandez-2_0.jpg

2018 foi o primeiro ano em que Celia Fernández foi convidada a competir enquanto wildcard no Red Bull Cliff Diving World Series.

Ginger Huber (EUA)

ra_180922_rbcdita_hube_2168.jpg

Depois de ter competido enquanto atleta permanente em todas as temporadas do Circuito Mundial feminino, Ginger Huber foi incapaz de manter o estatuto permanente em 2018 e irá competir enquanto wildcard esta temporada.

Xantheia Pennisi (Austrália)

xantheia-pennisi-2.jpg

A atleta de 19 anos fez a sua estreia no Circuito Mundial na sexta etapa da temporada de 2018, em Mostar, Bósnia e Herzegovina.

Iris Schmidbauer (Alemanha)

iris-schmidbauer-2.jpg

A segunda wildcard alemã vai ter nova oportunidade de brilhar na plataforma dos 21m em 2019.

Maria Paula Quintero Torres (Colômbia)

p-20170902-01755_news-2.jpg

A saltadora mais jovem de sempre a entrar no Circuito Mundial é originária de Cali, Colômbia, onde treina com Orlando Duque e o seu padrasto, Miguel Garcia.

Irlanda Valdez (México)

ap-1vu9gvu4d2111_news_1_0.jpg

A mexicana Irlanda Valdez foi convidada a competir enquanto wildcard pela primeira vez em 2018.

Jaki Valente (Brasil)

jaki-valente_0.jpg

Com um 'background' em ginástica e artes circenses, Jaki Valente apaixonou-se pelo cliff diving e integrou a lista de saltadoras permanentes no Circuito Mundial de 2014. Em 2019, a atelta de 33 anos vai ter nova oportunidade de mostrar o que sabe enquanto wildcard.

Antonina Vyshyvanova (Ucrânia)

antonina-1.jpg


2018 foi o primeiro ano em que Antonina Vyshyvanova foi convidada a competir enquanto wildcard. A saltadora de 20 anos é a primeira ucrâniana a competir no Circuito Mundial.