Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Menu

Campeões do Cliff Diving exploram a Patagónia

Rhiannan Iffland
Paredes e Iffland descobrem novos spots para saltar no lago General Carrera

Jonathan Paredes e Rhiannan Iffland regressaram à região onde ambos venceram os seus títulos do Circuito Mundial de 2017 em busca de sítios para saltar. O mexicano e a australiana encontraram aquilo que procuravam no lago General Carrera, perto da famosa Catedral de Mármore, tendo sido os primeiros a saltar para as suas águas.

"A Patagónia é um lugar muito único, há muitos sítios fantásticos para saltar. Estou fascinada por vir aqui e poder misturar a minha paixão por viajar, aventura e cliff diving. É a combinação perfeita", disse Iffland, entusiasmada pela exploração do lago General Carrera.

dt_181125_rbcdpat_iffl_pare_7220.jpg
Só sorrisos durante a aventura no Chile. Foto: Dean Treml/Red Bull Content Pool.

Depois de mais uma temporada de sucesso para ambos, na qual Iffland assegurou o terceiro título do Circuito Mundial Red Bull Cliff Diving consecutivo e Paredes terminou no pódio, os atletas fecharam o ano de forma perfeita num cenário verdadeiramente único.

"Estar aqui na Patagónia significa muito para mim. É o Chile, é muito especial. Estou fascinado pelo cenário: as montanhas, o belíssimo lago e a natureza. Estou muito curioso", disse Paredes, que bateu Gary Hunt pelo título naquela região, em 2017. "Gosto muito de vir a estes sítios em que estás no meio do nada e acabas por encontrar algo especial e único. A natureza dá-nos este tipo de espaços e nós podemos aproveitá-los de forma respeitosa. É essa a beleza do desporto e é isso que mais amo no cliff diving."

Os saltadores lançaram-se de penhascos a sul das cavernas da Catedral de Mármore e entraram em águas com uma temperatura de 7ºC. A zona só é acessível através de barco a partir da cidade de Puerto Tranquilo e os atletas tiveram de subir para o penhasco com a ajuda de material de escalada.

dt_181125_rbcdpat_iffl_pare_6580.jpg
Iffland e Paredes ficaram boquiabertos com as cavernas de mármore do Lago General Carrera. Foto: Dean Treml/Red Bull Content Pool.

"Temos sempre esses desafios extra no cliff diving. Não é fácil chegar ao topo do penhasco. Tens de estudar bem a localização, assegurar-te de que tudo está seguro e, ao mesmo tempo, de que é um sítio bonito", explicou Iffland. "Estava frio e as condições eram desafiantes, mas a experiência foi memorável para ambos. Quando as coisas são complicadas torna-se muito mais recompensador."

ap-1xnmvf28w1w11_news.jpg
Simplesmente impressionante. Dean Treml/Red Bull Content Pool.
ap-1xnmveygw1w11_news-2.jpg
A cereja no topo do bolo da expedição: um salto conjunto para o belo Lago General Carrera. Foto: Dean Treml/Red Bull Content Pool.

A mais de 2000 quilómetros da capital do país, Santiago do Chile, esta área de grandes lagos, fiordes e glaciares só é acessível através de centenas de quilómetros de estradas de terra. No final, a dura viagem é recompensada com verdadeiros templos naturais capazes de deixar qualquer um boquiaberto.