X

Estreia dramática nos penhascos japoneses

Jonathan Paredes
Data: 05/10/2016

Dois duelos pelo título são esperados no País do Sol Nascente, com o Japão a preparar-se para receber a penúltima etapa do circuito mundial de 2016 pela primeira pez. No evento feminino, Rhiannan Iffland, a surpreendente rookie australiana e a canadiana Lysanne Richard vão retomar a luta pelo título, enquanto o mexicano Jonathan Paredes vai continuar a pressionar Gary Hunt quando este se aproxima cada vez mais do sexto título mundial na competição masculina. Michal Navratil, vencedor das duas últimas etapas, é o terceiro na classificação geral e espera alcançar o hat trick de vitórias nas águas do Oceano Pacífico.

Apenas um atleta conseguiu três vitórias consecutivas na temporada de 2016 - Gary Hunt, líder da classificação geral. O britânico de 32 anos de idade é conhecido por alcançar as suas vitórias com execuções de elevada dificuldade, impressionando os juízes com os saltos mais complexos do circuito; onde o seu principal adversário, Jonathan Paredes opta pela estratégia oposta. O mexicano tem a lista de saltos mais acessível da competição, só que a sua execução é imaculada, o que lhe permite pontuações bem altas. Com uma vitória na primeira etapa mais três pódios na temporada, o "style master" está na segunda posição na classificação geral com duas competições para disputar. Se Paredes estiver ao mais alto nível em Sandanbeki e vencer, vai conseguir manter a luta pelo troféu King Kahekili até á última etapa.

Gary Hunt. Foto: Dean Treml/Red Bull Content Pool.

Enquanto a luta pelo pódio será entre Hunt, Paredes, o vencedor das últimas etapas Navratil e o americano Andy Jones, a luta pelo top cinco - que dará qualificação automática para a época de 2017 - está ao rubro, com Steven LoBue (EUA), Orlando Duque (COL) e Artem Silchenko (RUS) na corrida. Este trio reúne 22 vitórias em 57 etapas do circuito mundial, com a última a ser conquistada por Silchenko em Itália, há seis semanas atrás. 

Na competição feminina é a australiana Rhianann Iffland que vai vencendo o duelo por 3-2 em vitórias contra a sua mais forte adversária Lysanne Richard. A canadiana tem vindo a aproximar-se da liderança e a sua vitória em Mostar foi uma prova de que a perseverança desta mulher que é mãe de três filhos não tem limites. A luta pelo título em 2016 está reduzida a estas duas saltadoras, enquanto a atua campeã Rachelle Simpson luta por uma posição nos quatro primeiros lugares para se qualificar automaticamente para o circuito mundial de 2017.  

Lysanne Richard aproximou-se de Rhiannan Iffland após a vitória em Mostar. Foto: Romina Amato/Red Bull Content Pool.

Rising to a height of 50 metres along a 2-kilometre stretch of the Pacific Ocean, Sandanbeki is a cliff towering along the coast of Shirahama Town, Wakayama Prefecture, and will provide an all-natural setting for the last-but-one stop of the 2016 season. Where one of nature's spectacular marvels can be watched – the ocean's 'black current' unleashing wave after wave and sending them crashing up against the cliff – male and female diving grace will add to the beauty of the setting.

Acompanha em direto

O evento será transmitido em DIRETO no dia 16 de outubro a partir das 5h50 em www.redbullcliffdiving.com e na Red Bull TV. A Red Bull TV está disponível em Smart Tv's, consolas de jogos, dispositivos móveis, entre outros. Sabe mais em about.redbull.tv

Se não conseguires acompanhar o evento ou simplesmente quiseres ver a repetição, a transmissão estará disponível alguns minutos após o fim do evento.