X

Dublin

12 Maio

Beirute

14 Jul

Mostar

24 Ago
Anterior

Bilbau

14 Set

Há muito por que lutar em Espanha

David Colturi
Data: 05/09/2019

Apesar dos títulos masculino e feminino terem ficado decididos na penúltima etapa, na Bósnia e Herzegovina, a pressão continua alta. Só os melhores saltadores do Circuito Mundial Red Bull Cliff Diving vão conseguir garantir um lugar permanente para a temporada de 2020 no final de temporada, em Bilbau. Os campeões recordistas Gary Hunt e Rhiannan Iffland também têm as suas ambições para o confronto frente ao Museu Guggenheim Bilbau.

Depois de otura performance de quebrar recordes em Mostar, a tetracampeã Iffland procura alcançar a temporada perfeita em Bilbau, que pela primeira vez receberá a competição feminina. O britânico brilhante, por sua vez, está pronto para retaliar na Ponte La Salve, local onde foi incapaz de vencer nas últimas três visitas..

ra_190824_rbcdmos_iffl_0896.jpg
Rhiannan Iffland tem a temporada perfeita debaixo de olho. Foto: Romina Amato/Red Bull Content Pool.

"Este Circuito sempre teve os melhores saltadores do mundo. Tens de ser sempre consistente", diz Hunt. "O Constantin Popovici e eu estávamos 1-1 quando ele se magoou. Agora ele está a ganhar 2-1, por isso tenho de trabalhar e tentar igualar o resultado em Bilbau."

Constantin Popovici regressou de lesão e conquistou a vitória em Mostar com o segundo salto perfeito da história da competição e está à porta de conseguir um lugar permanente para 2020.

dt_190824_rbcdmos_popo_2375.jpg
Constantin Popovici ainda tem uma chance de terminar no pódio da classificação geral apesar de ter ficado afastado da competição por três etapas. Foto: Dean Treml/Red Bull Content Pool.

Hunt terá apoio extra já que os wildcards Owen Weymouth e Aidan Heslop,  o saltador mais jovem de sempre do Circuito Mundial, vão aumentar a turma de britânicos em competição para cinco, incluindo Blake Aldridge e Jessica Macaulay, nas mulheres.

A britânica de 26 anos vai tentar defender a sua posição de segunda classificada contra a bielorrussa Yana Nestsiarava e a canadiana Lysanne Richard, respetivamente terceira e quarta classificadas com apenas 10 pontos entre elas.

Nos homens, Jonathan Paredes encontra-se num sólido segundo lugar, enquanto Andy Jones vai repetir o melhor resultado da carreira, um terceiro lugar na classificação geral em 2016, ano em que fechou a temporada com uma vitória no Dubai.

Através do ranking mundial, que considera a Taça do Mundo da FINA e os Campeonatos Mundiais além das competições do Circuito Mundial, os oito melhores saltadores vão assegurar um lugar para a próxima temporada. Como é expectável, há muito talento que está a tentar entrar no Circuito Mundial e quatro wildcards, três mulheres e um homem, têm a chance de conquistar um lugar permanente para 2020.

ra_180628_rbcdbilb_duqu_9832_0.jpg
Após uma ilustre carreira, Orlando Duque vai despedir-se de competição em Bilbau. Foto: Romina Amato/Red Bull Content Pool.

Depois do grande sucesso que foi a etapa final de 2015, em Bilbau, a Ponte La Salve servirá mais uma vez de palco para a última batalha do Circuito Mundial Red Bull Cliff Diving, que promete acabar de forma emocional: Orlando Duque, verdadeira lenda do desporto, vai despedir-se da competição na última etapa de 2019.

Vê em DIRETO de Bilbau

Este evento vai ser transmitido em DIRETO no dia 14 de setembro, às 17h00 de Portugal Continental, em www.redbullcliffdiving.com, Red Bull TV, Facebook & Youtube.

A Red Bull TV está disponível em smart TVs, consolas, dispositivos móveis e noutras plataformas. Sabe mais em about.redbull.tv