X

Dublin

12 Maio

Beirute

14 Jul

Mostar

24 Ago
Anterior

Bilbau

14 Set

Hunt e Iffland reinam em Espanha

Gary Hunt and Rhiannan Iffland
Data: 15/09/2019

Rhiannan Iffland completou a temporada perfeita em Bilbau, Espanha, vencendo a sua sétima etapa consecutiva e tornando-se a primeira saltadora a terminar uma temporada de Red Bull Cliff Diving invicta. Na plataforma masculina, Gary Hunt venceu pela quinta vez esta temporada e celebrou o título frente aos 27 mil fãs na margem do rio Nervión.

Iffland, que, em conjunto com Hunt, tinha assegurado o troféu King Kahekili a uma etapa do fim, em Mostar, deu continuidade à sua forma em Bilbau e conseguiu algo inédito na competição. Intocável na plataforma dos 21 metros, o pleno de vitórias e o quarto título consecutivo mostram quão à frente das suas rivais Iffland está.

"Ainda me estou a beliscar", disse Iffland. "Este ano foi fantástico para mim e só quero manter esta confiança. Quero continuar a desfutar do desporto como desfrutei esta temporada. Sabia que tinha de sair-me bem hoje e queria mesmo somar os pontos e todas as vitórias. Tenho amigos aqui do Reino Unido e o meu namorado também. Foi uma boa sensação."

Lysanne Richard terminou o dia 27 pontos atrás, em segundo lugar, e Jessica Macaulay fechou o pódio. Na classificação geral foi o oposto: a britânica terminou em 2º lugar na sua primeira temporada enquanto saltadora permanente, à frente de Richard, que assegurou o terceiro lugar pela segunda época consecutiva.

ra_190914_rbcdbil_iffl_0641.jpg
Os espectadores à beira do rio Nervión presenciaram Rhiannan Iffland a completar uma temporada perfeita. Foto: Romina Amato/Red Bull Content Pool.

Hunt chegou ao País Basco com ganas de demonstrar dominância após uma derrota perante a nova estrela do desporto, Constantin Popovici, na Stari Most. O sorriso do britânico era tão largo quanto o Nervión quando emergiu das águas e viu que tinha batido Jonathan Paredes pela vitória. O conterrâneo Aidan Heslop, de apenas 17 anos, conquistou o terceiro lugar e um lugar no pódio na sua segunda participação. 

"Significa muito vencer o Circuito com uma vitória", disse Hunt. "Não queria terminar esta temporada numa nota amarga. É uma sensação ótima. O melhor do mundo estava aqui e claramente a lenda Orlando Duque. Estou muito contente. Quero quebrar barreiras e fazer coisas que mais ninguém fez antes."

dt_190914_rbcdbil_hunt_9165_0.jpg
Mais uma vitória para Hunt, maius um troféu King Kahekili. Foto: Dean Treml/Red Bull Content Pool.

A posição de segundo classificado foi para Paredes, que assegurou a prata pela segunda vez desde 2016 e fez de 2019 o seu quinto ano consecutivo no top 3. Andy Jones fechou o pódio, igualando o seu melhor resultado da carreira, conseguido em 2016.

A lenda do desporto, Orlando Duque, disse adeus a uma ilustre carreira na sua última competição ao som de aplausos de milhares de fãs. Não o fez, porém, sem deixar herança: a sua aluna, Maria Paula Quintero, de 19 anos, vai representar a Colômbia no Circuito Mundial em 2020 enquanto saltadora permanente.

dt_190914_rbcdbil_duqu_8903_1.jpg
Orlando Duque terminou a sua carreira com um salto de assinatura numa tarde emocional. Foto: Dean Treml/Red Bull Content Pool.

Além de Quintero, mais duas wildcards conseguiram qualificar-se para a competição feminina: Jacqueline Valente e Iris Schmidbauer. O italiano Alessandro De Rose também se requalificou para o Circuito após um ano como wildcard.

Através do ranking mundial, que considera também a Taça do Mundo da FINA e os Campeonatos Mundiais, os oito melhores saltadores de cada categoria asseguraram um lugar permanente na competição.

Depois do grande sucesso da final de 2015, a ponte La Salve voltou a ser um grande palco para o climax da temporada. Três novas localizações, recordes quebrados, dois saltos perfeitos e muita ação diretamente das rochas fizeram desta uma temporada inesquecível. O nível está a subir. O próximo ano promete.

Resultados – Etapa #7, Bilbaou ESP

HOMENS
1- Gary Hunt GBR – 398.95pts.
2- Jonathan Paredes MEX – 390.95
3- Aidan Heslop (W) GBR – 384.60
4- Constantin Popovici ROU – 380.80
5- Andy Jones USA – 375.25
6- Alessandro De Rose (W) ITA – 372.80
7- Blake Aldridge GBR – 370.75
8- Michal Navratil CZE – 356.25
9- Miguel Garcia (W) COL – 354.00
10- Oleksiy Prygorov UKR – 346.65
11- David Colturi USA – 333.90
12- Slavik Kolesnikov (W) UKR – 296.50
13- Owen Weymouth (W) GBR – 290.20
14- Orlando Duque (W) COL – 153.60

MULHERES
1- Rhiannan Iffland AUS – 327.60pts.
2- Lysanne Richard CAN – 300.80
3- Jessica Macaulay GBR – 295.50
4- Maria Paula Quintero (W) COL – 287.95
5- Xantheia Pennisi (W) AUS – 278.90
6- Yana Nestsiarava BLR – 260.30
7- Iris Schmidbauer (W) GER – 259.00
8- Eleanor Townsend Smart USA – 255.55
9- Celia Fernandez (W) ESP – 247.70
10- Jaki Valente (W) BRA – 182.65
Final standings* (after 7 of 7 stops)

HOMENS
1- Gary Hunt GBR – 1160pts.
2- Jonathan Paredes MEX – 750
3- Andy Jones USA – 540
4- Constantin Popovici ROU – 470

MULHERES

1- Rhiannan Iffland AUS – 1200pts.
2- Jessica Macaulay GBR – 670
3- Lysanne Richard CAN – 660
4- Yana Nestsiarava BLR – 580
5- Eleanor Townsend Smart USA – 500

*Os resultados da etapa da Irlanda não contaram para a classificação geral.

Red Bull Cliff Diving World Series: Saltadores 2020

HOMENS
Gary Hunt, GBR
Alessandro De Rose, ITA
Andy Jones, USA
Constantin Popovici, ROU
David Colturi, USA
Jonathan Paredes, MEX
Michal Navratil, CZE
Steven LoBue, USA

MULHERES
Eleanor Townsend Smart, USA
Iris Schmidbauer, GER
Jacqueline Valente, BRA
Jessica Macaulay, GBR
Lysanne Richard, CAN
Maria Paula Quintero, COL
Rhiannan Iffland, AUS