X

Dublin

12 Maio

Beirute

14 Jul

Mostar

24 Ago
Anterior

Bilbau

14 Set

Um bilhete para saltar em 2018

Alessandro De Rose
Data: 26/10/2017

O mundo do cliff diving ainda pode estar a esfregar os olhos após um incrível e inesquecível final de temporada no Chile, mas, com 2017 a chegar ao fim, a atenção vira-se para o próximo ano, mais concretamente, para saber quais serão os saltadores qualificados para integrar de forma permanente o circuito de 2018.

Apenas o top seis masculino e o top quatro feminino dos rankings de 2017 da Red Bull Cliff Diving World Series se qualificavam automaticamente para a próxima temporada, com as restantes vagas a serem decididas pelo sistema do Ranking Mundial de 2017. Para os homens e para as mulheres, este ranking incluía os seis resultados alcançados na World Series mais a Taça do Mundo da FINA realizada em AbuDhabi e o Campeonato do Mundo da FINA em Budapeste. Os homens ainda tinham o Marmeeting dentro da equação.

Nos lugares masculinos de qualificação automática estão: o novo campeão da World Series, Jonathan Paredes; o homem a quem o mexicano roubou o título, Gary Hunt; bem como o seu compatriota, Blake Aldridge, que desfrutou da sua melhor temporada da carreira para completar o top três.

O italiano Alessandro De Rose, que se tornou no primeiro wildcard a vencer uma etapa em casa (neste caso em Polignano a Mare), foi possivelmente o autor da permormance mais atrativa da época, terminando no quarto lugar mesmo tendo feito só cinco das seis etapas. A fechar estes lugares de qualificação ficaram os norte-americanos Andy Jones e David Colturi.

Alessandro De Rose. Foto: Romina Amato/Red Bull Content Pool.

Os restantes quatro lugares para a temporada de 2018 foram dadas de acordo com os rankings após os 9 eventos mencionados acima, com Michal Navratil, Steven LoBue, Orlando Duque e Kris Kolanus a confirmarem a presença no elenco permanente.

O mexicano Sergio Guzman é o único homem que saiu da lista de saltadores permanentes e terá novamente de provar as suas qualidades como wildcard na próxima época.

No setor feminino, a duas vezes campeã da World Series, Rhiannan Iffland e a sua compatriota Helena Merten serão acompanhadas por Adriana Jimenez e Ginger Huber no top quatro de spots de qualificação automática. A competir com estas saltadoras em 2018 estarão Yana Nestsiarava e Anna Bader, que regressou do seu período de licença de parto para uma época incrível como wildcard.

Anna Bader. Foto: Dean Treml/Red Bull Content Pool.

Devido às regras da competição relativas a lesões, a canadiana Lysanne Richard irá manter o seu status de saltadora permanente apesar de ter falhado toda a temporada devido a um problema no pescoço. Deste modo, o elenco feminino permanente de 2018 será composto por sete mulheres. Três wildcards irão completar o lote de participantes femininas em cada etapa.

Apesar de ter vencido em Mostar, os resultados desapontantes de Cesilie Carlton nas restantes etapas fizeram com que a saltadora perdesse o seu spot permanente para a próxima temporada.

Saltadores permanentes de 2018:

Homens

1. Jonathan Paredes, MEX
2. Gary Hunt, GBR
3. Blake Aldridge, GBR
4. Alessandro De Rose, ITA
5. Andy Jones, USA
6. David Colturi, USA
7. Michal Navratil, CZE
8. Steven LoBue, USA
9. Orlando Duque, COL
10. Kris Kolanus, POL

Mulheres

1. Rhiannan Iffland, AUS
2. Helena Merten, AUS
3. Adriana Jimenez, MEX
4. Ginger Huber, USA
5. Yana Nestsiarava, BLR
6. Anna Bader, GER
7. Lysanne Richard, CAN

Revê toda a ação desta etapa

Aproveita para ver ou rever toda a ação da etapa do Lago Ranco on demand em www.redbullcliffdiving.com e na Red Bull TV. A Red Bull TV está disponível em Smart TV's, consolas de jogos, aparelhos móveis e outros. Sabe mais em about.redbull.tv