Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Menu

Imparável Iffland em busca de hat-trick em Itália

Rhiannan Iffland
A campeã pode chegar às três vitórias seguidas em Polignano a Mare a 2 de junho

No lugar onde as casas nascem das rochas, a australiana Rhiannan Iffland procura dar continuidade à sua vitoriosa no sul de Itália e Gary Hunt tentará responder da melhor maneira Constantin Popovici, que quebrou a dominância do britânico ao vencer a etapa irlandesa do Circuito Mundial Red Bull Cliff Diving. MIlhares de fãs apaixonados vão, mais uma vez, ocupar terra e mar para ver os melhores cliff divers do mundo saltar das plataformas montadas num terraço privado.

Iffland tem sido a força dominante do cliff diving feminino desde a sua vitória na estreia enquanto wildcard, em 2016. Com 13 vitórias em 19 começos, a atleta de 27 anos elevou o nível dos saltos dos 21m para um novo patamar, deixando fãs e competidores igualmente surpreendidos. Lysanne Richard, 10 anos mais velha do que a australiana, tem demonstrado consistência com dois pódios em dois eventos, mas, até agora, tem sido a única capaz de acompanhar a tricampeã nesse aspeto.

Em 2018, os campeões foram coroados no coração europeu do cliff diving, com Iffland a vencer com uma pontuação recorde na categoria feminina. Nesta 27ª competição do Circuito Mundial feminino, Rhiannan pode voltar a escrever um novo capítulo da história de desporto se igualar o recorde de quatro vitórias consecutivas num local, atualmente detido pela americana Rachelle Simpson.

dt_180923_rbcdita_iffl_9865_7.jpg
Há alguém capaz de travar a aparentemente invencível Iffland em Polignano a Mare? Foto: Dean Treml/Red Bull Content Pool.

Nos homens, a competição está ligeiramente mais renhida, com Hunt a enfrentar um novo desafio, na forma de Constantin Popovici. O saltador olímpico da Roménia, que está em busca da qualificação para Tóquio 2020, está a dar luta ao "Britânico Brilhante" esta temporada, tendo terminado em segundo lugar na abertura de temporada, nas Filipinas, e vencido com uma nota 10 na dura etapa da Irlanda.

Steven LoBue e Jonathan Paredes, respetivamente 2º e 3º classificados da temporada de 2018, terão de fazer mais se quiserem ter chance de se manter na luta pelo troféu King Kahekili. Os olhos vão estar postos em LoBue e Paredes, mas também em Catalin Preda. O wildcard romeno conseguiu ficar em terceiro lugar na sua primeira competição, em Mostar, e é esperado em grande força na terceira etapa da temporada de 2019.

ra_190512_rbcddub_popo_4707_0.jpg
Constantin Popovici pode ser uma ameaça séria a Gary Hunt esta temporada. Foto: Romina Amato/Red Bull Content Pool.

O regresso a Itália, o país com mais etapas nos 11 anos de Circuito Mundial, significa um regresso ao ponto de descolagem mais incomum de todos. De modo a chegar às plataformas, os melhores cliff divers do mundo têm de entrar numa casa privada, atravessar a sala de estar e dirigir-se ao terraço, onde estão montadas as plataformas. Espera-se que 60 mil fãs apaixonados na água e nas rochas criem uma atmosfera sem igual para os atletas, que serão recebidos em Polignano a Mare pela sétima vez desde 2009.

Vê em direto de Polignano a Mare

Este evento vai ser transmitido em DIRETO no dia 2 de junho, às 15h30 de Portugal Continental, em www.redbullcliffdiving.com, Red Bull TV, Facebook & Youtube.

A Red Bull TV está disponível em smart TVs, consolas, dispositivos móveis e noutras plataformas. Sabe mais em about.redbull.tv.

Se não conseguires ver o evento ou quiseres reviver toda a ação, a repetição vai estar disponível 'on demand' minutos após o fim da competição.