Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Menu

Quem vai levar para casa o troféu feminino em 2019?

Lysanne Richard
Estas são as três favoritas ao troféu King Kahekili esta temporada

Ao longo das últimas cinco temporadas, o campeonato do mundo feminino cresceu rapidamente até se tornar parte integral do Circuito Mundial Red Bull Cliff Diving. Ainda que as últimas três temporadas tenham sido dominadas pela australiana Rhiannan Iffland, houve uma explosão em qualidade e competitividade nos últimos anos e 2019 não deverá ser exceção nessa tendência.

Com a nova temporada a aproximar-se, vamos olhar para as três principais concorrentes ao troféu King Kahekili.

Rhiannan Iffland (AUS)

Com três temporadas cumpridas, Rhiannan Iffland fez um hat-trick de títulos e sagrou-se a atleta mais titulada da história do desporto. Desde a sua estreia vitoriosa no Cliff Diving, em 2016, a atleta de 27 anos somou 11 vitórias em 17 eventos e só por duas vezes terminou fora do top 3. Além disso, a rainha do cliff diving venceu ainda a Taça do Mundo de High Diving da FINA em novembro passado. 

Quando já se quebrou todos os recordes e ultrapassou os limites do desporto, que poderá alguém como Rhiannan Iffland definir como objetivo para a temporada de 2019? "Elaborar saltos maiores, ser mais consistente, mas, acima de tudo, desfrutar das viagens e da aventura que vêm com a competição."

Feitos:

• Cliff diver feminina mais bem sucedida do desporto
• 2018, 2017 & 2016 Vencedora do Red Bull Cliff Diving Women's World Series
• 2018 Vencedora FINA High Diving World Cup
• 2017 Vencedora FINA High Diving World Championships
• 2015 começou a carreira de cliff diving

Adriana Jimenez (MEX)

Em 2018, Adriana assinou a sua melhor época até à data, demonstrando grande consistência ao conseguir duas vitórias e um segundo lugar. A liderança na competição foi sua até à última etapa, em Itália, mas, tal como no ano anterior, a rival Rhiannan Iffland acabou por conquistar o título.

O estilo imaculado fez de 'Ady' uma força constante no mundo feminino do Cliff Diving, no qual detém o recorde de ter participado em todas as 24 competições desde a introdução da categoria feminina, em 2014. Como se isso não bastasse, a mexicana terminou um terço dessas competições no pódio.

"Vencer o título seria um sonho realizado", confessa a antiga cheerleader. "Pôr as cores do meu país no topo do mundo dos saltos para a água de grande altura é um dos objetivos que adorava alcançar."

Feitos:

• Única atleta a ter competido em todos os eventos do Circuito Mundial desde 2014
• 2017 Primeira vitória no Red Bull Cliff Diving Women's World Series, nos Açores (POR)
• 2017 2º lugar nos FINA High Diving World Championships
• 2015 2º lugar no Red Bull Cliff Diving Women's World Series em São Miguel, Açores (POR)
• 2014 2º lugar no Red Bull Cliff Diving Women's World Series em Yucatán (MEX, wildcard)
• 2004 19º Lugar no Campeonato do Mundo de plataforma de 10 metros e nas Pré-Olimpíadas em Atenas, garantindo um lugar para o México nos Jogos Olímpicos

Lysanne Richard (CAN)

A canadiana de 37 anos atravessou uns 12 meses de pesadelo em 2017 graças a uma lesão no pescoço que a afastou de toda a temporada. Em 2018, porém, voltou em grande estilo. Richard abriu 2018 com um quinto lugar no Texas, conseguiu o primeiro pódio da temporada nos Açores e completou o seu sensacional regresso à forma com uma vitória na Suíça. Quando chegou à altura de disputar a etapa final da temporada, Lysanne Richard viu-se mesmo no meio da luta pelo título mais renhida de sempre.

"Esperava estar na luta pelo título? Sim, porque apontamos sempre alto", disse a sempre sorridente atleta. "Mas estou feliz e grata por ter conseguido fazer toda a temporada e o meu corpo ainda se sentir bem. Esse era o principal objetivo da temporada."

Vinda quase do nada, a alumni da National Circus School of Montreal e membro do Cirque du Soleil assumiu o desafio de saltar da plataforma dos 21m com um sorriso desde que começou, em 2014. Com nove pódios em 16 eventos, três dos quais no lugar do topo, Richard é definitivamente uma candidata a vencer a temporada de 2019.

Feitos:

• 2018 Vencedora Red Bull Cliff Diving World Series em Sisikon (SUI)
• 2016 2º lugar geral Red Bull Cliff Diving World
• 2016 Vencedora High Diving World Cup
• 2015 2º lugar no Red Bull Cliff Diving World Series no Texas (EUA, wildcard)
• 2004 Graduada da National Circus School of Montreal
• Personagem e acrobata no Cirque du Soleil, desde 2005 até hoje
• Espetáculos de circo e high diving no Canadá, Estados Unidos, Bermudas, México, República Dominicana, França, Espanha, Itália, Rússia, Escócia, Omã e Japão

Lê e vê mais Red Bull Cliff Diving aqui