Hunt chega rapidamente à liderança em Portugal

Gary Hunt
O britânico esteve impresssionante enquanto Huber se destacou nos Açores

Gary Hunt atacou em força o primeiro dia de competição e alcançou a liderança nesta que é a terceira etapa do Circuito Mundial do Red Bull Cliff Diving. Saltando diretamente das rochas para o Oceano Atlântico, o britânico é perseguido pelos norte-americanos David Colturi e Steven LoBue, em segundo e terceiro lugares respetivamente. Ginger Huber chegou à liderança no evento Feminino, com a wildcard australiana Rhiannan Iffland em segundo lugar e na terceira posição encontra-se a sua compatriota Helena Merten.

As primeiras rondas de sexta deram aos atletas a oportunidade de fazerem um teste de puro cliff diving, sendo requerido que mostrassem as suas habilidades a partir das rochas do ilhéu de Vila Franca do Campo. É aqui que este desporto regressa às suas origens, e é uma experiência para os saltadores terem a sensação de se lançarem a partir de uma superfície natural pela primeira vez nesta temporada, bem como lutarem contra todos os factores que as águas do oceano lhes podem trazer.

Na competição masculina, Gary Hunt ficou de onde tinha saído em Copenhaga, ou seja, na liderança, fazendo os seus saltos com uma técnica muito solta que é característica dele. O norte-americano David Colturi continua em excelente forma, lutando com dores num ombro, chegando à segunda posição. Após um sétimo lugar no Texas e um quarto na Dinamarca, o jovem de 27 anos irá tentar melhorar a sua classificação pelo menos um lugar para poder chegar ao pódio final pela primeira vez na temporada. O seu companheiro norte-americano Steven LoBue está no terceiro lugar e chega a sábado cheio de confiança para regressar ao pódio pela primeira vez desde a sua vitória em Bilbau no final da época passada.

Na competição feminina foi a experiência que falou mais alto, com a norte-americana Ginger Huber, de 41 anos, a alcançar a liderança na frente das jovens australianas Rhiannan Iffland e Helena Merten. Huber, segunda classificada na geral em 2015, estará pronta para juntar a sua primeira vitória no Circuito Mundial ao seu vasto currículo. Seguindo a sua incrível vitória na estreia no Texas, a wildcard Iffland continua a impressionar com outra performance com saltos impecáveis. No Texas, este resultado era imprevisível e uma segunda vitória em dois eventos seria um grande feito. Com 21 anos de idade, Merten é o elemento mais jovem do circuito feminino e ela impressionou o júri novamente com a sua clara intensão de chegar ao pódio pela segunda vez na temporada.

Após duas rondas de ação a partir das rochas, os saltadores vão regressar ao palco açoriano no sábado, quando subirem às plataformas erguidas sobre o Oceano Atlântico. Será certamente um evento imprevisível e podes ver toda a ação em direto a partir das 11h20 (+1 hora em Portugal continental) em www.redbullcliffdiving.com, na Red Bull TV ou na Sic Radical. A Red Bull TV está disponível em Smart TV's, consolas de jogos, dispositivos móveis, entre outros. Sabe mais em about.redbull.tv

Resultados de sexta (Rondas 1 e 2):

MASCULINOS
1. Gary Hunt (GBR) - 228.00
2. David Colturi (EUA) - 205.80
3. Steven LoBue (EUA) - 205.50
4. Andy Jones (EUA) - 204.70
5. Jonathan Paredes (MEX) - 203.90
6. Artem Silchenko (RUS) - 199.20
7. Blake Aldridge (GBR) - 197.05
8. Michal Navratil (CZE) - 189.10
9. Orlando Duque (COL) - 185.05
10. Kyle Mitrione (EUA) (W) - 184.40
11. Kris Kolanus (POL) (W) - 181.00
12. Todor Spasov (BUL) 165.65
13. Sergio Guzman (MEX) - 138.75
14. Miguel Garcia (COL) 135.90

FEMININOS
1. Ginger Huber (EUA) - 159.00
2. Rhiannan Iffland (W) (Aus) - 152.20
3. Helena Merten (AUS) - 147.10
4. Yana Nestsiarava (BLR) - 142.40
5. Lysanne Richard (CAN) - 141.30
6. Cesilie Carlton (EUA) - 137.20
7. Jaki Valente (BRA) - 128.70
8. Rachelle Simpson (EUA) - 122.90
9. Adriana Jimenez (MEX) - 99.40

 

.