O Caminho para Xibalbá: Cliff diving na Península de Yucatán

Jonathan Paredes and Orlando Duque
Jonathan Paredes e Orlando Duque procuram os cenotes mais bonitos e escondidos do México

Os cenotes mágicos que se espalham pela Península de Yucatán são o foco de uma jornada de cinco dias que levou a lenda do cliff diving Orlando Duque e o campeão de 2017 Jonathan Paredes de Mérida a Valladolid. Foi lá que o mexicano de 31 anos se lançou para a sua carreira profissional no Circuito Mundial Red Bull Cliff Diving, em 2011.

A sua busca levou-os a uma dúzia dos mais distinguidos e magníficos cenotes, de todos os níveis de dificuldade e características.

"Há alguns anos, viemos aqui para competir no Circuito Mundial Red Bull Cliff Diving e sempre falámos de voltar para uma 'road trip' e explorar esta área fantástica", explica Duque, que pisou o primeiro lugar do pódio durante a estreia de Paredes, em 2011.

jdp_6322-edit-3.jpg
Paredes salta para um cenote durante a sua 'road trip' de cliff diving. Photo: Jose Duch/Red Bull Content Pool.

Um lugar de inspiração para ambos os pilotos, o regresso ao cenote Ik Kil, onde todas as três etapas mexicanas do Circuito Mundial foram disputadas, foi um momento marcante para Paredes. "Finalmente cumpri um dos meus sonhos na companhia do meu melhor amigo e voltei ao sítio onde tudo começou, há 10 anos", disse o mexicano. "Espero que este seja o começo de muitas mais aventuras."

Durante a viagem, ambos os atletas não só descobriram novos locais para saltar, mas também foram introduzidos à cultura Maia, aos seus rituais, arte culinária e jogo de bola tradicional.

7h4a8564.jpg
A experienciar a cultura maia. Foto: Bruno Dimat/Red Bull Content Pool.

Os feitos desta jornada especial foram documentados numa série de três episódios para a Red Bull TV e estão todos disponíveis para ver agora.