Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Menu

Paredes e Iffland adiantam-se nos Açores

Jonathan Paredes
Tanto o mexicano como a australiana viram notas 10 do júri numa primeira ronda que teve de passar para quinta-feira

Jonathan Paredes e Rhiannan Iffland adiantaram-se na liderança nos Açores esta quinta-feira, depois de previsões de mau tempo para sexta terem obrigado a uma mudança de planos na quarta etapa do Circuito Mundial Red Bull Cliff Diving de 2019.

Completar a primeira ronda da competição na quinta-feira foi um desafio inesperado para os atletas. Por norma, este dia está reservado para treinos e ambientação ao Ilhéu de Vila Franca do Campo. Porém, nenhum dos 24 homens e mulheres hesitou quando chegou à altura de saltar da "Cabeça de Cobra" para as águas do Atlântico.

Paredes, campeão de 2017 do Circuito Mundial, conseguiu a liderança com uma pontuação recorde para um salto obrigatório: 82.60 pontos. O mexicano precisou de três 10, cortesia do júri, para superar o recorde que o próprio estabeleceu este ano em El Nido.

"Hoje foi perfeito", disse Paredes. "Estou sempre super assustado quando estou lá em cima, mas sempre tive bons resultados das rochas, por isso esse medo talvez seja o que me ajuda a fazer um bom salto. Passei as últimas duas semanas a tentar esquecer aquele último salto em Polignano a Mare, pelo que quebrar este recorde me dá confiança."

"Na verdade, estava a planear não treinar hoje porque a minha zona lombar estado a incomodar-me. Assim que nos disseram que tínhamos de saltar, a minha mente ficou preparada e quis dar o meu melhor."

dt_190620_rbcdpor_pare_9204.jpg
Os juízes sacaram os 10 depois do salto perfeito de Jonathan Paredes. Foto: Dean Treml/Red Bull Content Pool.

Iffland também conseguiu um 10 e igualou o seu próprio recorde de pontuação para um salto obrigatório feminino, 71.50 pontos, estabelecido o ano passado no mesmíssimo sítio. Este feito deixa a tricampeã mais próxima de juntar outro recorde à sua coleção: se voltar a pisar o primeiro lugar do pódio este fim de semana, Iffland tornar-se-á a primeira saltadora feminina a vencer quatro etapas consecutivas numa temporada.

"Saí do avião quase à meia noite-ontem e descobri que íamos competir hoje" revelou Iffland. "Mas quando venho para competições estou preparada para saltar, seja no primeiro, no segundo ou no terceiro dia. Na minha cabeça estava a vir para aqui para fazer saltos de treino, por isso foi fácil preparar-me mentalmente para a competição."

"Adoro os Açores e parece que salto sempre bem aqui. É estranho porque estava a falar com o Todor [companheiro e treinador de Iffland] esta manhã e ele disse-me para apontar a essa mesma pontuação. E olha, consegui-a outra vez!"

dt_190620_rbcdpor_iffl_0754-2.jpg
Rhiannan Iffland teve um arranque impecável nos Açores. Foto: Dean Treml/Red Bull Content Pool.

Dada a má previsão de tempo para sexta-feira nos Açores, os atletas estarão satisfeitos por ter conseguido arrumar já uma ronda. O comité desportivo decidirá na sexta-feira de manhã se outra ronda poderá ser completada ou se todas as três restantes terão de ser realizadas no sábado, dia em que um tempo mais calmo e solarengo promete agraciar o Anel de Princesa.

Vê em DIRETO dos Açores

Este evento vai ser transmitido em DIRETO no dia 22 de junho, às 14h30 de Portugal Continental, em www.redbullcliffdiving.com, Red Bull TV, Facebook YoutubePodes ainda acompanhar toda a ação através da emissão da SIC Radical, a partir das 13h55.

A Red Bull TV está disponível em smart TVs, consolas, dispositivos móveis e noutras plataformas. Sabe mais em about.redbull.tv