A Próxima Época Vai Ser um Estrondo

Orlando Duque in La Rochelle
Já estamos na contagem decrescente para uma época impactante da World Series 2016

Os melhores profissionais de cliff diving do mundo preparam-se para enfrentar o seu maior desafio no regresso da Red Bull Cliff Diving World Series, a 4 de junho, no Texas. A crescente complexidade dos mergulhos continua a quebrar as barreiras do que é fisicamente possível, enquanto a cobertura televisiva faz aumentar a pressão psicológica.

A plataforma tem 28 metros de altura, o salto é de apenas 3 segundos e os atletas atingem velocidades de 85 km por hora, enquanto giram e fazem cambalhotas no ar até cinco vezes antes do impacto. A esta altura, a única maneira de atingir a água em segurança é pela ponta dos pés, e até o mais pequeno erro de timing pode resultar numa lesão.

"Cair da forma errada pode ser como um uppercut do Mike Tyson", explica o penta campeão britânico Gary Hunt. "Qualquer falha de concentração pode ter um resultado muito doloroso."

A época de 2016 é a oitava desde o lançamento da World Series em 2009 e, pela primeira vez, vai ter cobertura em direto na Red Bull TV e noutras estações internacionais. O trabalho físico vai ser também mais exigente que nunca, já que os atletas da categoria masculina terão de fazer um Salto Intermédio para passar ao Salto Obrigatório e aos dois Saltos Opcionais, que terão níveis muito mais altos de dificuldade.

Os saltos são um teste de coragem, consistência e habilidade: a plataforma masculina é quase três vezes mais alta que a prancha de 10 metros do mergulho olímpico.

No momento em que os atletas se preparam para se lançar da plataforma, há já mergulhadores socorristas certificados na água, caso alguma coisa corra mal. Em terra, Greg Louganis, dos Estados Unidos, e Dmitri Sautin, da Rússia, ambos medalhistas olímpicos de ouro, estão entre o painel de juízes que avaliam os saltos em execução.

O atual campeão Gary Hunt será novamente o alvo a abater, enquanto o segundo lugar do ano passado, o colombiano Orlando Duque, acredita que será capaz de arrecadar um segundo título do Red Bull Cliff Diving aos 41 anos.

O penta campeão Gary Hunt vai ter de enfrentar uma forte competição para defender o seu título em 2016. Foto: Dean Treml/Red Bull Content Pool.

O americano Steven LoBue será um dos atletas no centro das atenções. LoBue é conhecido por "TurboSpinner" e é o único atleta que consegue fazer cinco cambalhotas nos três segundos de um salto.

O britânico Blake Aldridge, parceiro de Tom Dealey nos saltos ornamentais nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, também tem desafiado, cada vez mais, os seus limites. Aldridge conseguiu atingir no ano passado maior nível de dificuldade com um salto que incluiu duas cambalhotas invertidas e cinco piruetas.

Na categoria feminina, a americana Rachelle Simpson tem tido um desempenho brilhante, vencendo as duas primeiras edições em 2014 e 2015, na plataforma de 20 metros. A ex-ginasta é natural do Texas e está desejosa de ver esta modalidade crescer. Agora vai poder competir num território familiar.

"Agora temos quase a mesma quantidade de competições que os homens. Penso que isso vai ajudar a mostrar que as mulheres competem a sério, e não estão ali para exposição. Isto também dá às mulheres mais oportunidades para praticar cliff diving e com a prática vem mais experiência e um nível de saltos mais avançado."

Haverá também quarto wildcards em cada prova da categoria masculina e dois na categoria feminina.

2016 Red Bull Cliff Diving World Series Calendar
4 de junho       Texas, EUA (mulheres | homens)
18 de junho     Copenhaga, DINAMARCA (homens)
9 de julho        São Miguel, Açores, PORTUGAL (mulheres | homens)
July 23            La Rochelle, FRANÇA (homens)
August 28        Polignano a Mare, ITÁLIA (mulheres | homens)
September 11   Pembrokeshire, País de Gales, GRÃ BRETANHA (mulheres | homens)
September 24   Mostar, BOSNIA HERZEGOVINA (mulheres | homens)
October 16       Shirahama, JAPÃO (mulheres | homens)
October 28       Dubai, EMIRATOS ÁRABES UNIDOS (mulheres | men)

Atletas permanentes - HOMENS
Andy Jones, USA
Artem Silchenko, RUS
Blake Aldridge, GBR
David Colturi, USA
Gary Hunt, GBR
Jonathan Paredes, MEX
Michal Navratil, CZE
Orlando Duque, COL
Sergio Guzman, MEX
Steven LoBue, USA

Permanent divers WOMEN
Adriana Jimenez, MEX
Cesilie Carlton, USA
Ginger Leigh-Huber, USA
Helena Merten, AUS
Lysanne Richard, CAN
Rachelle Simpson, USA

 

Cobertura em direto

Todos os eventos terão cobertura em DIRETO em www.redbullcliffdiving.com e na Red Bull TV. Red Bull TV está disponível em todas as televisões com ligação à internet, consolas, dispositivos móveis, entre outros. Sabe mais em about.redbull.tv

Se perderes algum dos eventos ou se quiseres ver tudo outra vez, haverá um replay disponível alguns minutos depois de cada evento.

Os webcasts e replays estarão bloqueados nos Estados Unidos devido a um contrato de exclusividade com a FOX Sports. Todos os eventos terão transmissão na FOX Sports 1, numa data posterior a ser confirmada.