Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Menu

Quem mais? Hunt e Iffland vencem estreia no Líbano

Rhiannan Iffland (R) of Australia and Gary Hunt of the UK celebrate at Raouche during the final competition day of the fifth stop of the Red Bull Cliff Diving World Series in Beirut, Lebanon on July 14, 2019.
Num cenário completamente novo, Hunt e Iffland voltaram a dominar.

Os campeões em título Gary Hunt e Rhiannan Iffland continuaram o seu domínio com vitórias estrondosas na estreia do Red Bull Cliff Diving em Raouché, Beirute, Líbano.

Gary Hunt fez literalmente o salto perfeito na sua 77ª aparição no Circuito Mundial, tendo-se tornado o primeiro homem a receber cinco notas 10 do juri desde o início da competição, em 2009. O britânico voltou a ser brilhante, vencendo David Colturi e Catalin Preda, respetivamente segundo e terceiro classificados, por uma margem confortável. Rhiannan Iffland também quebrou recordes, batendo Adriana Jimenez e Yana Nestsiarava, segunda e terceira classificadas, frente a 12 mil espectadores rumo à sua quinta vitória consecutiva.

dt_190714_rbcdleb_judg_4211.jpg
O juri, composto por (E-D) Antonio Martinez, Jeff Arbon, Marion Reiff, Andrey Ignatenko e Olivier Moreau-Ricard, deu cinco 10s a Gary Hunt.

Depois de um dia em que as ondas altas em torno da Rocha dos Pombos obrigaram ao cancelamento de uma ronda de saltos das rochas, os homens e mulheres do Circuito Mundial apresentaram-se em forma absoluta, batendo recordes do desporto extremo mais antigo do mundo numa das cidades mais antigas do mundo.

Numa exibição dominante, Iffland não só melhorou o seu recorde de pontuação num salto opcional por 13 pontos, como também recebeu três 10s por um só salto, algo que nunca tinha acontecido na categoria feminina. Também Jimenez quebrou recordes em Raouché, estabelecendo a pontuação mais alta de sempre para um salto obrigatório. Nestsiarava, por sua vez, assegurou o seu terceiro pódio da temporada.

"Este ano acho que encontrei o meu ritmo. Sinto que estou num bom sítio mentalmente. Sei que pus o tempo necessário nisto antes do início da temporada e agora está a compensar", considera Rhiannan Iffland. "Estou só a tentar estar num bom sítio lá em cima, num bom espaço mental, e confiar no meu treino. Está a funcionar, estou a acertar os meus saltos. Acho que nunca pontuei tão alto, isto é um novo recorde pessoal para mim. Creio que pode ser um objetivo vencer todos os eventos. Vejo isto como sendo mais alcançável após este evento. Só quero manter-me muito consistente e sentir-me confortável comigo mesma."

rn_190714_rbcdleb_hunt_3617.jpg
Gary Hunt celebra a sua vitória.

Nos homens, um último salto sensacional deu a Hunt a vitória na quinta etapa da temporada. O atlet de 35 anos conseguiu cinco 10s um dia depois de ter recebido um outros dois na primeira ronda de saltos, diretamente das rochas. Assim, Hunt quebrou o recorde de maior número de 10 recebidos num só evento, estabelecido por Jonathan Paredes nos Açores, onde recebeu seis. 40 pontos atrás do britânico, Colturi terminou em 2º lugar depois de um arranque lento em Raouché enquanto o wildcard Preda somou o seu segundo 3º lugar na sua quarta aparição em eventos do Red Bull Cliff Diving.

"Estou muito feliz. Ontem tivemos menos um salto do que o normal. Tomei a decisão de não praticar os meus saltos no treino, para tentar ficar o mais fresco possível. Por isso, em quatro ou cinco saltos, terminei a competição com outra vitória.", confessa Hunt. "Acho que foi desafiante por causa do tempo e das ondas. Nem podíamos ir ao ilhéu de barco ontem, tivemos de fazer rapel de um lado para o outro. Tento manter-me forte e focado. O meu objetivo, como sempre, é fazer quatro saltos fortes. Não estabeleço outro objetivo que não este este ano."

rn_190714_rbcdleb_iffl_3206.jpg
Rhiannan Iffland já leva seis vitórias consecutivas.

Da Rocha dos Pombos de Raouché, a elite do Cliff Diving viaja para os Campeonatos do Mundo de High Diving da FINA, que decorrem na Coreia do Sul dentro de oito dias, antes de continuar a sua batalha pelo troféu King Kahekili em Mostar, na Bósnia e Herzegovina, a 24 de agosto.

Resultados – Etapa #5, Beirute, LBN
HOMENS

1- Gary Hunt GBR – 369.50pts.
2- David Colturi USA – 329.40
3- Catalin Preda (W) ROU – 322.75
4- Jonathan Paredes MEX – 315.45
5- Michal Navratil CZE – 291.70
6- Steven LoBue USA – 278.20
7- Blake Aldridge GBR – 271.10
8- Oleksiy Prygorov UKR – 268.65
9- Matthias Appenzeller (W) SUI – 263.30
10- Andy Jones USA – 247.05
11- Nathan Jimerson (W) USA – 234.70
12- Kris Kolanus POL – 221.60
13- Alain Kohl (W) LUX – 219.65
14- Miguel Garcia (W) COL – 58.80

MULHERES

1- Rhiannan Iffland AUS - 306.15pts.
2- Adriana Jimenez MEX – 251.85
3- Yana Nestsiarava BLR – 242.25
4- Iris Schmidbauer (W) GER – 242.15
5- Eleanor Townsend Smart USA – 214.25
6- Jessica Macaulay GBR – 203.85
7- Maria Paula Quintero (W) COL – 194.15
8- Xantheia Pennisi (W) AUS – 183.90
9- Celia Fernandez (W) ESP – 180.55
10- Genevieve Bradley (W) USA – 174.35