Candidatos ao título masculino de 2017

Jonathan Paredes
Um olhar atento aos principais candidatos desta época

Reveja os vencedores masculinos das últimas oito épocas do Red Bull Cliff Diving World Series e estará desculpado por pensar que o titulo de 2017 está já atribuído. O imparável Britânico, Gary Hunt, ganhou seis desses oito títulos, incluindo os últimos três, e será, uma vez mais, o claro favorito.
Depois de nove incríveis eventos em 2016, houve sinais de que os saltadores começam a pressionar Hunt. Seis vencedores diferentes subiram ao pódio na última época, mais do que alguma vez no passado, provando que esta competição está cada vez mais forte e que o caminho para a glória em 2017 será o mais renhido de sempre.

Com a época ao virar da esquina, vamos então conhecer melhor os cinco principais candidatos ao título masculino.

Andy Jones (USA)

Andy Jones,, de 32 anos, tem competido na World Series desde 2014, sendo a ultima a sua melhor época de sempre. O atleta da Califórnia alcançou três pódios antes de festejar a vitória na derradeira etapa, no Dubai, onde utilizou toda a magia do seu passado no Cirque du soleil para ganhar o primeiro evento noturno.
Fechando a época em terceiro, o americano, com o seu estilo único, espera ser um concorrente sério ao título de 2017.

Palmarés:

• 2016 – 1º Red Bull Cliff Diving World Series no Dubai (UAE)
• 2015 – 3º Red Bull Cliff Diving World Series nos Açores (POR)
• 2007 - Universidade de Utah 'Saltador do Ano'

 

Michal Navratil (CZE)

Depois de sete épocas a competir na World Series, foi a operação ao joelho a meio da época em 2016 que trouxe o pico de forma do checo Michal Navratil. Depois de uma rápida recuperação, 'Supratil' conseguiu uma magnífica vitória no seu evento de regresso em Pembrokeshire, para depois repetir o salto e conseguir duas vitórias seguidas, em Mostar. O atleta de 31 anos fecha a sua melhor época com o quarto lugar na classificação final, provando com aquelas duas inesquecíveis vitórias que tem o corpo, mente e vontade de competir e dar o seu melhor neste desporto.

Palmarés:

• 7 vezes Campeão Czech high diving
• 2016 – 1º Red Bull Cliff Diving World Series em Pembrokeshire (GBR) e Mostar (BIH)
• 2012 – 3º Red Bull Cliff Diving World Series na Corsica (FRA)
• 2011 – 2º Red Bull Cliff Diving World Series em La Rochelle (FRA)
• 2011 - Vencedor Marmeeting
• 2011 e 2012 - Vencedor High Diving World Cup

 

Orlando Duque (COL)

Em quase 20 anos, o embaixador principal deste desporto desenvolveu e estabeleceu esta crua e extrema disciplina, e ganhou literalmente tudo – a World Series inaugural em 2009 assim como foi o primeiro Campeão da FINA High Diving World Championship em 2013, entre muitos outros – e nada parece parar este homem de 42 anos. Tem 13 títulos mundiais e dois Guiness World Records, e enquanto em 2016 foi a sua primeira época sem um pódio, ninguém pode retirar esta lenda da corrida ao titulo em 2017.

Palmarés:

• 13 Títulos mundiais
• Campeão de oito Red Bull Cliff Diving World Series competições até à data
• Dois recordes do Guiness
• 2015 e 2014 - Campeão FINA High Diving World Cup
• 2013 - Campeão da FINA High Diving World
• 2009 - Campeão da Red Bull Cliff Diving World Series
• 2008, 2005 – Campeão da Red Bull Cliff Diving, Lake Wolfgang

 

Jonathan Paredes (MEX)

Seguindo o seu sólido progresso nas suas duas primeiras épocas do World Series, incluindo a sua primeira vitória, em Mostar, em 2015, o mexicano Jonathan Paredes elevou a sua fasquia com uma série de grandes saltos – uma vitória e quatro 3ºs lugares – que provaram que ele será a principal ameaça de Gary Hunt na corrida ao título de 2017. Conhecido pelas suas entradas sem espinhas, criou já a alcunha de 'ripping machine'. Tudo indica que as suas séries serão mais fortes em 2017, podendo agarrar com unhas e dentes o King Kahekili Trophy.

Palmarés:

• 2016 – 1º Red Bull Cliff Diving World Series np Texas (USA)
• 2016 – 2º FINA High Diving World Cup
• 2015 – 1º Red Bull Cliff Diving World Series em Mostar (BIH)
• 2015 – 2º FINA High Diving World Championship

 

Gary Hunt (GBR)

Mesmo com concorrentes a elevarem a competitividade, poucos serão aqueles que apostarão que Gary Hunt não ganhará o seu sétimo título e quarto consecutivo. O 'britânico brilhante' pode ter sido obrigado a um esforço enorme em 2016, mas a sua paixão e vontade de continuar a evoluir, juntamente com os factos – 28 vitórias e 51 pódios em 59 competições – mostram que este incrível atleta não deixa dúvidas de que estará no topo uma vez mais na busca por um verão de glória.

Palmarés:

• 6 vezes campeão Red Bull Cliff Diving World Series
• Campeão de 28 competições Red Bull Cliff Diving World Series até à data
• 2016 - Campeão FINA High Diving World Cup
• 2015 - Campeão FINA High Diving World
• 2006 – 3º Commonwealth Games 10m Synchro