Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Menu

Hunt consegue um 10 histórico na Dinamarca

Gary Hunt
O britânico lidera à entrada do último dia de competição após ter recebido o centésimo 10 da história do Circuito Mundial

O multi-campeão Gary Hunt voltou a escrever o nome na história do Red Bull Cliff Diving ao conseguir conquistar o centésimo 10 da história da competição com um salto absolutamente imaculado na primeira ronda do primeiro dia da etapa de Copenhaga. Jonathan Paredes e Andy Jones terminaram o dia num segundo lugar conjunto, a sete pontos do britânico.

Hunt, que amanhã tenta garantir um hat-trick de vitórias na Casa da Ópera de Copenhaga, executou na perfeição um salto interior de 3 mortais com meia pirueta apesar do vento forte que afetava a localização e obrigou ao atraso da competição por uma hora.

"Tem sido um dia ventoso e frio e tive de sair da plataforma por causa do vento", disse o atleta de 34 anos. "Mas mantive a minha compostura e consegui o centésimo 10 do Circuito Mundial. Já se passou algum tempo desde o meu último 10, por isso estou muito contente."

Até esta sexta-feira, a última nota máxima do britânico tinha sido há dois anos, em Pembrokeshire, no País de Gales, ano em que venceu o sexto título recorde.

dt_180824_rbcdcop_hunt_5598.jpg
Gary Hunt mantém a compostura sob condições ventosas no primeiro dia de competição em Copenhaga. Foto: Dean Treml/Red Bull Content Pool.

"Sinto que isto é o meu retorno", acrescentou. "Voltei ao topo do pódio na Suíça, mas não de um modo que tenha gostado muito após ter falhado o meu salto final. Não verão saltos novos amanhã, pois tenho trabalho a fazer e preciso de me manter consistente para apanhar o Steven (LoBue). São saltos difíceis, no entanto, e isso deverá ser suficiente para lutar."

dt_180824_rbcdcop_hunt_judg_5536.jpg
Momento histórico: dois juízes dão a centésima e a centésima primeira notas 10 da história da competição a Gary Hunt. Foto: Dean Treml/Red Bull Content Pool.

Os dois homens que, de momento, se encontram acima de Hunt na classificação geral, LoBue e Paredes, não estão muito longe do britânico. Jones, que também regressou ao pódio na Suíça, também será um saltador a ter em conta no sábado após a boa prestação no primeiro dia.

Michal Navratil, que tem tido um início de época bastante consistente e, por enquanto, partilha o terceiro lugar na classificação geral com Hunt, não vai saltar este fim de semana. Por uma boa razão, no entanto: o checo ficou em Praga para assistir ao nascimento do seu primeiro filho, esta sexta-feira. O romeno Constantin Popovici, antigo saltador olímpico que tem acompanhado o Circuito Mundial para treinar da plataforma dos 27m, competiu no lugar de Navratil e não mostrou qualquer sinal de nervosismo, conseguindo pontuar três 8s pelo seu salto de estreia e ocupar a 7ª posição ao final do primeiro dia.

Milhares de fãs são esperados amanhã no porto de Copenhaga, tanto em barcos como no paredão, para assistir aos derradeiros saltos dos melhores cliff divers do mundo, que vão lutar por pontos cruciais na luta pelo troféu King Kahekili.

Vê em direto

Este evento vai ser transmitido em direto no dia 25 de agosto às 12h45 (hora de Portugal Continental) em www.redbullcliffdiving.com, Red Bull TV, Facebook e Youtube. A Red Bull TV está disponível em smart TVs, consolas, dispositivos móveis e noutras plataformas. Sabe mais em about.redbull.tv

Se não conseguires ver o evento ou quiseres reviver toda a ação, a repetição estará disponível 'on demand' minutos após o fim da competição.