Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Menu

Hunt dispara aviso aos rivais em Sisikon

Gary Hunt
O Britânico ressurge e Iffland é dominante depois de duas rondas na Suiça.

O britânico Gary Hunt enviou uma mensagem aos seus rivais no primeiro dia da quarta paragem do Circuito Mundial Red Bull Cliff Diving 2018, em Sisikon, na Suíça, disparando dois brilhantes saltos de torção que o levaram à liderança após duas rondas. O atual campeão mundial Jonathan Paredes, do México encontra-se em segundo lugar, enquanto o americano Steven LoBue procura o hat-trick, completando assim o top três. A australiana duas vezes campeã Rhiannan Iffland, está de olhono terceiro título consecutivo, liderando sem surpresas a categoria feminina, com a canadiana Lysanne Richard em segundo e a wildcard britânica Jessica Macaulay, em terceiro, demonstrando um excelente desempenho.

Num dia de calor no lago de Lucerna, 5,300 fãs apareceram para aplaudir os melhores atletas de Cliff Diving do mundo, nos seus barcos e insufláveis, assim como em terra, e puderão assistir ao ressurgimento de Gary Hunt, seis vezes campeão do Circuito Mundial. O atleta de 34 anos arrancou um par de excelentes triplos somersaults da plataforma de 27 metros - um de frente e um para dentro - à frente de Paredes, o atleta que lhe retirou o título na época passada. Com o seu bloqueio mental ultrapassado, Hunt irá realizar um par de torções amanhã na esperança que estas o levem à liderança após 11 meses.

"Gosto muito deste lugar," disse Hunt. "É um óptimo penhasco, ótima audiência e temos a metereologia do nosso lando também. Já obtive bons resultados aqui e numa faltei a um pódio. Os meus saltos mais fáceis estão a tornar-se mais estáveis, e amanhã podem esperar o Gary Hunt de antigamente de regresso. Vou fazer torções ao máximo."

dt_180804_rbcdswi_hunt_6214.jpg
Atrás da vegetação, uma lenda pode voltar a emergir do deserto. Foto: Dean Treml/Red Bull Content Pool.

Apenas seis pontos separam Hunt, Paredes e LoBue, e o palco está montado para uma emocionante final de duas rondas no domingo à tarde.

Iffland, que voltou às vitórias na última paragem, em Portugal, impôs-se às mulheres com outro desempenho dominante. Uma vantagem de 13 pontos já depois de dois mergulhos significa que as rivais da australiana terão o seu trabalho dificultado se quiserem jogar contra a bicampeã nas rondas finais.

"Para ser honesta, ontem os treinos foram um pouco assustadores," disse Iffland. "É a minha primeira vez aqui, mas hoje tentei apenas relaxar e confiar naquilo que sei fazer. O público ajudou muito e é um local muito bonito. Saltei de forma consistente hoje e amanhã terei um alto DD (grau de dificuldade), por isso é altura de descansar e focar-me nisso."

dt_180804_rbcdswi_iffl_5952.jpg
Os fãs observam do lago enquanto Rhiannan Iffland salta para a liderança da competição feminina, em Sisikon. Foto: Dean Treml/ Red Bull Content Pool.

No sábado à tarde os saltadores irão regressar às plataformas, colocadas no alto de Uri Stone, acima das belíssimas águas do lago de Lucerna, e milhares de fãs irão agarrar o melhor local para ver a prova, em terra ou no lado, para verem toda a ação.

Vê em directo

 

Este evento vai ser transmitido em direto no dia 5 de agosto às 13h30 (hora de Portugal Continental) em www.redbullcliffdiving.com, Red Bull TV, Facebook, Youtube & Twitch. A Red Bull TV está disponível em smart TVs, consolas, dispositivos móveis e noutras plataformas. Sabe mais em about.redbull.tv

Se não conseguires ver o evento ou quiseres reviver toda a ação, a repetição vai estar disponível on demand minutos após o fim da competição.