Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Agora
Menu

Jimenez e Hunt lideram após vitórias em Mostar

Adriana Jimenez and Gary Hunt
A mexicana e o britânico assinaram grandes prestações nas rondas finais e ultrapassaram Iffland e LoBue na classificação geral

Gary Hunt e Adriana Jimenez deram um grande passo na luta pelo troféu King Kahekili com vitórias cruciais na penúltima etapa do Circuito Mundial de 2018, em Mostar, Bósnia e Herzegovina. O sucesso na histórica Stari Most fez com que ambos os atletas saltassem para o topo da classificação, ultrapassando os anteriores líderes Steven LoBue e Rhiannan Iffland. O britânico e a mexicana partem para a derradeira etapa, em Polignano a Mare, com uma vantagem de 20 pontos.

Nos homens, Michal Navratil terminou atrás de Hunt, em segundo lugar, e o wildcard Catalin Preda coroou uma estreia impressionante na plataforma dos 27m com um terceiro lugar. Na competição feminina, a campeã Rhiannan Iffland terminou em segundo lugar, ficando assim dois eventos seguidos sem vencer, algo que acontece pela primeira vez na sua carreira no Circuito Mundial. A wildcard Jessica Macaulay voltou a surpreender com mais um pódio.


O melhor salto do dia não foi suficiente para Iffland bater Jimenez: a mexicana conseguiu a segunda vitória da temporada com uma série de saltos impecáveis que a fizeram bater o recorde de pontuação da história da competição feminina, estabelecido pela campeã australiana nos Açores.

dt_180918_rbcdmos_jime_6974.jpg
Adriana Jimenez mostrou ter nervos de aço ao vencer no último salto do dia. Foto: Dean Treml/Red Bull Content Pool.

"Estou muito orgulhosa de mim", disse Jimenez. "A pressão estava muito alta. Tentei manter a postura, ficar calma e não ouvir as pontuações das outras raparigas, pois são muito boas. Tentei só focar-me nas minhas coisas. Estou muito feliz pelo evento, pelas pessoas e pelo local, é fantástico. No que diz respeito à classificação geral, vou manter-me na mesma. Não me vou focar nas pontuações mas sim em fazer uma coisa de cada vez, um salto de cada vez e desfrutar todos os segundos."

Com mais um impressionante pódio, a wildcard Macaulay tem todas as chances de conseguir estar entre as três melhores no final da época após ter superado por pouco Lysanne Richard, atual terceira classificada do circuito, na etapa de Mostar. Uns meros 20 pontos separam a britânica de Richard, pelo que podemos esperar de tudo em Itália.

Na competição masculina as coisas estão igualmente renhidas. Apesar de ter conseguido pontuações quase perfeitas nas rondas iniciais e ter partido para o último dia na liderança, o atual campeão Jonathan Paredes viu o pódio fugir para um estreante após dois saltos desapontantes nas rondas opcionais.

pv_180908_rbcdmos_pred_0056.jpg
O salto do dia foi obra do estreante Catalin Preda, o qual levou os juízes a puxar das notas altas. Foto: Predrag Vuckovic/Red Bull Content Pool.

Catalin Preda impressionou a elite do cliff diving ao executar um salto nunca antes visto, um mortal quádruplo atrás com duas piruetas, que levou a que os juízes levantassem as notas altas. O melhor salto do dia catapultou o roménio da nona posição para o top três. "É raro haver um wildcard que chega capaz de vencer", elogiou Hunt. "Ele cometeu um erro [na terceira ronda], por isso é fantástico ver que ainda assim conseguiu chegar ao pódio. É um atleta para ter debaixo de olho."

O multi-campeão também fez uma espécie de uma remontada este sábado. Hunt começou o dia na 10ª posição após ter feito um salto abaixo da média na segunda ronda da competição, na sexta-feira. A conquista em Mostar fez com que Hunt conseguisse o hat-trick esta época e se tornasse no primeiro atleta a repetir uma vitória na cidade.

ra_180908_rbcdmos_hunt_1855.jpg
Gary Hunt conquistou o rio Neretva pelo segundo ano consecutivo. Foto: Romina Amato/Red Bull Content Pool.

"Foi uma grande competição. Cometi um erro ontem, mas já estive nessa situação antes. Tentei lembrar-me desses tempos em que tive de fazer uma remontada, foi isso que consegui fazer hoje. Sabe muito bem voltar depois de ter ganhado a competição no ano passado", disse o britânico. "O ano passado disseram-me que nunca tinha ganhado a saltar de uma ponte, este ano disseram que nunca ninguém venceu aqui duas vezes. Eu consegui fazê-lo. Também disseram que quem venceu aqui em Mostar nunca conseguiu ganhar o Circuito Mundial, por isso tenho mais um trabalho a fazer."

Agora, o britânico detém todos os trunfos na luta pelo troféu King Kahekili, que tenta reconquistar após o ter visto fugir para Paredes no último salto do ano passado. O final do Red Bull Cliff Diving 2018 promete terminar com um estrondo.

Resultados de Mostar:

HOMENS
1- Gary Hunt GBR – 415.30pts
2- Michal Navratil CZE – 394.10
3- Catalin Preda (W) ROU – 384.30
4- Jonathan Paredes MEX – 383.30
5- Steven LoBue EUA – 382.50
6- Kris Kolanus POL – 382.20
7- Andy Jones EUA – 364.35
8- Owen Weymouth (W) GBR – 358.20
9- Blake Aldridge GBR – 357.50
10- Sergio Guzman (W) MEX – 351.75

MULHERES
1- Adriana Jimenez MEX – 326.90pts
2- Rhiannan Iffland AUS – 317.10
3- Jessica Macaulay (W) GBR – 308.55
4- Lysanne Richard CAN – 304.90
5- Yana Nestsiarava BLR – 280.50
6- Ginger Huber EUA – 239.60
7- Xantheia Pennisi (W) AUS – 222.60
8- Iris Schmidbauer (W) GER – 215.40
9- Katy Etterman (W) EUA – 200.45
10- Celia Fernandez (W) ESP – 187.40

Vê a repetição de Mostar

Volta a viver a ação em www.redbullcliffdiving.com, Red Bull TV, Facebook Youtube.

A Red Bull TV está disponível em smart TVs, consolas, dispositivos móveis e noutras plataformas. Sabe mais em about.redbull.tv