Orlando Duque: O Fim é só o Começo

Orlando Duque
A lenda colombiana diz adeus a uma carreira ilustre com grandes planos para o futuro

O homem que, para muitos, personifica o cliff diving disse adeus à competição no final da temporada de 2019 do Circuito Mundial Red Bull Cliff Diving, em Bilbau, Espanha, em setembro. Passados 20 anos na cena, nos quais moldou a disciplina de saltos para a água de grande altura até se tornar um desporto altamente reconhecido e ter preenchido livros de recordes com saltos perfeitos, títulos mundiais e feitos inigualáveis, Orlando Duque deixa o palco competitivo dos 27m. Nem sem antes passar a sua herança e sem ter grandes planos para si e para o desporto.

"Cliff diving é a minha profissão, um chamamento que será o centro da minha vida após o fim da minha carreira. Uma vez interrompi a minha carreira universtiária por causa dos saltos, a qual depois deixei passar. Isto mostra o quão importante o desporto é para mim, emocionalmente também", explica Duque. "Nunca me libertará."

O que soa a declaração emocional é muito mais do que isso. É um sinal de dedicação, uma promessa para o futuro e um certificado de garantia. Este homem é fiel às suas palavras.

ap-21jtyyyz92111_news_0.jpg
Duque abraça a mulher após o ultimo salto da sua carreira competitiva, em Bilbau. Foto: Edu Bartolomé/Red Bull Content Pool.

Desde o dia em que deixou a sua mãe e a Colômbia para ganhar a vida há mais de 20 anos, o famoso rabo de cavalo viajou pelo mundo enquanto embaixador do cliff diving, saltou da maior cascata do mundo, em frente à Estátua da Liberdade e de um iceberg na Antárctica. Numa carreira que nunca imaginou que fosse acontecer, recebeu plenos de 10s pelas suas performances imaculadas, ganhou a primeira medalha de desporto aquático do seu país e 13 títulos mundiais entre 1999 e 2019.

O ícone. A lenda. O pioneiro. Nos últimos 20 anos, "O Duque" ganhou muitos títulos e muitos nomes. Não só pelo seu sucesso no desporto, mas também pelo estilo com que superava lesões capazes de terminar carreiras e outras contrariedades. O rapaz que olhou sempre em frente numa Cali repleta de problemas de drogas nos anos 80, nunca se desviou do seu caminho desportivo e foi capaz de influenciar e inspirar toda uma geração de cliff divers.

"Ele teve um papel tão positivo no desporto. Basicamente, ele criou este desporto", diz Rhiannan Iffland, tetracampeã do Red Bull Cliff Diving, que participará numa aventura com a lenda ainda este ano.

"Estive na sua sombra durante muito tempo e sempre estarei lá, porque ele estava ali desde o começo", reconhece Gary Hunt, oito vezes campeão do Red Bull Cliff Diving, que competiu em mais de 80 eventos ao lado do lendário colombiano.

Orlando não deixou a plataforma sem herança. A sua pupila, Maria Paula Quintero, de 19 anos, representará a Colômbia na temporada de 2020 do Red Bull Cliff Diving após ter assegurado um lugar na lista de saltadores permanentes. Além disso, Duque tem planos por cumprir após o seu último salto: "Não vou desistir do meu desporto só porque me afastei da competição. O Cliff Diving tem muitas facetas que eu negligenciei nos últimos anos. A parte da aventura. As viagens. Novas descobertas. Espero finalmente ter tempo para isto."

ap-1vpmqmxyh2111_news.jpg
'O Duque' planeia explorar mais do mundo através de projetos de cliff diving, agora que a sua carreira acabou. Foto: Andreas Vigl/Red Bull Content Pool.

Além da abordagem aventureira ao cliff diving, Duque tem um objetivo claro para o seu futuro no desporto. "Estou no comité de atletas da federação internacional FINA, estou no comité do high diving, por isso farei de tudo para que este desporto chegue aos Olímpicos", revela o colombiano, que se qualificou para os jogos de 1992 mas nunca conseguiu representar o seu país devido a problemas na federação nacional. "Penso que esse não é o meu único objetivo, mas todos os saltadores estão a apontar para o mesmo; todos estão a ser muito mais profissionais de modo a atingir esse objetivo."

ap-1z3pbfgjw1w11_news_1_0.jpg
Duque dará uso à sua dedicação e entusiasmo para levar o cliff diving aos Olímpicos. Foto: Dean Treml/Red Bull Content Pool.

Além do seu trabalho no corpo que governa os desportos aquáticos a nível internacional, Orlando Duque continuará a moldar o Red Bull Cliff Diving World Series.

Podcast: Orlando's World of Diving
Ouve os primeiros episódios de 'Orlando's World of Diving', onde o lendário cliff diver partilha as suas histórias, fala sobre a sua vida e recebe convidados especiais.